domingo, 13 de novembro de 2011

Há 30 anos Mestre Pastinha foi jogar sua Capoeira no céu

Inspiração de muitas cantigas de nossas rodas, a morte de Mestre Pastinha abalou a todos, mestres, alunos e apreciadores da nossa arte.
Toda Bahia Chorou
(Boa Voz)
Toda Bahia chorou
Toda Bahia chorou
No dia em que a capoeira de angola
Perdeu seu protetor
Mestre Pastinha foi embora
Oxalá quem o leveou
Lá pras terras de aruanda
Mas ninguém se conformou
Chorou general, menino
Chorou mocinha, doutor
Preta velha, feiticeira
Ogãns e Babalaô
Berimbau tocou Iuna
Um toque triste de morte
E a capoeira foi jogada
Ao som da triste canção
Da boca do mandingueiro
De dentro do coração
E não houve na Bahia
Quem não cantasse esse refrão

Iê, vai lá menino
Mostra o que o mestre ensinou
Mostra que arrancaram a planta
Mas a semente brotou
E se for bem cultivada
Dará bom fruto e bela flor

Uma história fascinante do menino franzino que aprendeu Capoeira pra se defender, mas suas história se misturaram de tal forma que falar de Capoeira e não falar de Mestre Pastinha é no mínimo cometer uma gafe, para não dizer coisa pior. Seu Pastinha era ( e ainda é) a própria Capoeira.
Principal responsável por manter as tradições da Capoeira Angola em meio ao encantamento que a Regional de Seu Bimba causava, Mestre Pastinha mostrou ao mundo o que aprendeu com o Mestre Benedito e que a vida se encarregou de aperfeiçoar.

 Sua missão era manter viva a essência e a tradição, e ele o fez com maestria. É claro que a Capoeira conheceu outros grandes Mestres, como Waldemar, Cobrinha Verde, entre outros. Mas o que tornou Mestre Pastinha um ícone da Capoeira Angola?
Ele institui um modelo que perdura até hoje entre Angoleiros de todas as partes. Ele acreditou que a Capoeira poderia mais e para isso era preciso organizar.
Mesmo sendo responsável pelo crescimento da Capoeira Angola, Mestre Pastinha viveu momentos miseráveis até sua morte.
Grande articulador de pensamentos, amargou uma cegueira, que não o impediu de "ver". Recentemente ouvi um relato do Mestre Claudio Danadinho (Grupo Senzala) sobre uma vez em que esteve na Academia de Mestre Pastinha. Mestre Claudio Danadinho jogava descalço, pois não conhecia as regras de jogar sempre calçado e de camisa nas rodas de Mestre Pastinha. O anfitrião já estava cego, mas isso não o impediu de saber que havia alguém jogando descalço na roda, ele parou o jogo e disse o que todos já sabiam, "tem alguém jogando descalço". Mestre Claudio Danadinho se acusou, mas ouviu do Mestre que errados estavam seus alunos, que não ensinaram ao visitante as regras da casa.



O fim de sua vida foi marcado por traições, o Governo lhe tomou a Academia, sua principal fonte de renda, e transformou-a em restaurante, deixando a míngua o Mestre a quem eles tanto exploraram em fotografias, eventos e apresentações.  Jorge Amado, amigo de todas as horas, e alguns poucos amigos ajudavam a manter as necessidades básicas de alimentação e moradia. Ainda assim, ele acreditava que teria sua academia de volta, afinal disseram que era só uma reforma no velho prédio.
Até sua condição de mestre foi contestada pela imprensa. Uma covardia imensa contra aquele que mesmo cego jogava Capoeira. E ele devolveu na mesma moeda, quando declarou ao jornal A Tarde ser sabedor da sua condição "Engraçada a vida. A fama chegou pra mim(..) No principio sentia uma vaidade e pensava: formidável, todos falam de mim, um mulatinho filho de escravo. Terrível é descobrir que tudo isso é falso. A única coisa real foi a Capoeira."
Passou seus últimos dias no asilo Dom Pedro II, pois sua companheira vivia do Acarajé que vendia e não conseguia tempo para manter os cuidados, nem dinheiro suficiente para comprar seus remédios. Lá ele morreu



Abaixo um vídeo onde o próprio Mestre conta parte de sua história.



2 comentários:

  1. Muito triste saber que alguém tão importante teve uma vida tão dura. Mas a história se repete né? Muitos mestres áreas diferentes, terminaram a vida na miséria. Queria ter conseguido ver o vídeo, mas não rodou aqui pra mim... Parabéns por essa iniciativa! O blog está muito legal!

    ResponderExcluir
  2. Oi Milak, o vídeo está no youtube, tenta assistir por lá...bjos e obrigada!

    ResponderExcluir

O que você acha sobre isso?

Você pode gostar