terça-feira, 29 de março de 2011

Nossa História - Madame Satã - "Filho de Iansã e Ogum, devoto de Josephine Baker"...


Era como se definia o mais famoso travesti dos palcos cariocas da década de 30.
Madame Satã nasceu João Francisco dos Santos em 25 de fevereiro de 1900 e ganhou o apelido que carregou durante a vida por causa de uma fantasia de carnaval. Natural de Pernambuco foi dado por sua mãe quando ainda era um menino. 
Mesmo 20 anos após a escravidão, João trabalhava como escravo na Paraíba, quando fugiu para o Rio de janeiro. 
Chegando ao Rio ainda garoto foi viver aos cuidados de uma cafetina de 180 quilos. Freqüentou os mais famosos bordéis  de sua época.
O homem negro e homossexual assumido era muito conhecido na Lapa - RJ, reduto dos malandros e boêmios dos anos 30. Tinha os cabelos longos e alisado e usava o traje típico dos malandros da época, com chapéu panamá e roupa de linho
Madame Satã era exímio capoeirista e carregava sempre uma navalha na sola do sapato.
Ficou preso durante 27 anos e 8 meses por uma lista extensa de acusações, entre elas: 13 agressões, 4 resistências à prisão, 2 furtos, 2 recepções de furto, 1 ultraje público ao pudor, 1 porte de arma, resistência à prisão
Sua vida virou livro e filme. Em 1972 foi publicado memórias de madame Satã e em 2002 estreou o filme Madame Satã, estrelado por Lázaro ramos.
Madame Satã terminou seu dias em Ilha grande, onde trabalhou como cozinheiro após cumprir pena.


4 comentários:

  1. eu realmente gostei do blog e este post sobre madame satã também e bastante interessante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Volte sempre, mas seria legal se vc assinasse os comentários :). abs

      Excluir
  2. Esse blog é muito bom, Vou indicar a todos meus colegas de treino.

    Axé!!!

    ResponderExcluir

O que você acha sobre isso?

Você pode gostar