sexta-feira, 25 de março de 2011

Nossa História - Besouro Mangangá



Besouro Mangangá nasceu Manuel Henrique Pereira, no ano de 1895 em Santo Amaro da Purificação-BA.
Desde que nasceu teve ao seu lado os Orixás Ogum e Oxossi: “O primeiro é o senhor das lutas, da coragem da força e da valentia. O segundo é o senhor da amizade, do companheirismo, da organização, da atenção, da alegria e da fartura.”
Manuel saiu cedo de casa, aos 13 anos já começava a escrever seu nome na história. Trabalhou como vaqueiro e amansador de burro brabo. Na vida adulta foi Saveirista e soldado do exército brasileiro.
Foi com Tio Alípio, Africano e ex-escravo, que Manuel aprendeu a arte da capoeira e a magia das orações.
Mas foi como Besouro Mangangá ou Besouro cordão de ouro, que Manuel ganhou o mundo. O apelido fazia referência a suas fugas impressionantes dos confrontos com a polícia. Quando a luta não era justa, Besouro voava pra longe e deixava a polícia sem saber o que houve.
Para uns  fora da lei, violento e arruaceiro, para outros, um justiceiro. Besouro viveu em uma época em que era necessário lutar para não ser submetido a vontade dos poderosos e Besouro lutou, não só com sua força física, mas também com sua rapidez de raciocínio, sua destreza e agilidade. Uma época em que não havia separação entre capoeira angola e regional, e a capoeira era praticada nas ruas.
Ainda jovem, aos 27 anos, Besouro foi assassinado com um golpe de faca de Ticum, única maneira de matar quem tinha corpo fechado como ele. Ele teria sido enviado para uma fazenda em Maracangalha com uma carta, onde era recomendada a sua morte, Besouro era analfabeto e por isso não teria como saber o conteúdo dela . No dia seguinte Besouro foi cercado por 40 homens armados, mas as balas não foram capazes de atingí-lo, foi então que Eusébio de Quibaca, muito provavelmente conhecedor das histórias de Besouro, o atingiu com uma faca de ticum, preparada com a madeira de uma palmeira a 'Ticunzeira". Outras versões de sua morte, dão conta de que Besouro teria morrido num confronto com a polícia.  Besouro teve seu nome marcado na história e difundido junto com a capoeira pelo mundo. Com direito a inúmeras músicas que contam sua história e até um filme "Besouro", lançado no ano de 2009.


Fonte:
PIRES, Antônio Liberac Cardoso Simões, A Capoeira na Baia de Todos os Santos.
Correio da Bahia, 06 de Junho de 2004

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você acha sobre isso?

Você pode gostar